O que é a verdadeira educação?


Como educar alguém hoje? Fico me perguntando se o certo atualmente, onde tudo e acessível e permitido, se o melhor é ser uma pessoa controladora e autoritária ou se deve-se seguir o fluxo da modernidade e ser sempre mais brando.

Meus pais são professore e eu tentei essa carreira também, quando me formei e estava pronta para dar aulas à experiência dos meus pais me valeu muito, pois eu fui preparada para o que iria encontrar dentro de uma sala de aula.

Confesso, eu me surpreendi, foi muito pior. Sozinha na minha primeira aula em uma sala de 7ª série me deparei com alunos 100% desinteressados. Sai frustrada de lá e segui minhas outras 4 aulas naquela manhã só observando o que era aquela situação que antes eu só imaginava.

Tenho uma prima que tem 15 anos (que anseia pelos 18 anos, pois acha que magicamente tudo vai se resolver). É uma menina muito esperta e inteligente. Tem umas sacadas incríveis e conversa de igual comigo. Mas noto que está sendo sufocada pela autoridade familiar.


Ai que vem minha comparação, todo mundo critica quando os pais dão umas palmadas ou colocam de castigo, pegam no pé de seus filhos e tudo mais, mas e quando é ao contrario?

Qual o resultado que temos hoje? Na escola que dei aula, os pais na maioria das vezes nem sabiam onde os filhos estavam no período da tarde enquanto minha prima era obrigada a estudar e fazer cursos de inglês.
Fiz uma pequena pesquisa nos outros dias de aula e notei que a maioria dos alunos tinha pais ausentes e que davam total liberdade a eles sempre. Frequentavam festas e barzinhos como se fossem já adultos, sem nenhuma restrição!


Enquanto isso no “QUARTEL GENERAL” (como ela mesmo chama sua casa, rsrs) minha prima estudava e ganhava livros de presente de aniversário! Daí hoje me mostrou seu boletim e sua média é 8 em uma escola que cobra muito dos alunos.

Daí pergunto novamente, como educar alguém hoje? Não tenho filhos ainda, mas se um dia eu tiver espero pensar da mesma maneira que penso hoje! E vocês? Tem filhos, como pretendem educá-los?

14 comentários

  1. Fiz algumas disciplinas sobre educação e psicologia da educação em meu curso de historia licenciatura, e um dos maiores embates é como "verdadeiramente" educar, algo que tem definição nada constante, pois ponto de vista é variável, o que ainda se tem em comum, é o respeito ao proximo que deve ser despertado na criança! bjssss

    ResponderExcluir
  2. Sabe que as vezes me pego pensando se quero ser mãe ainda? Está tão confuso esse conceito de educar que da medo até de tentar e estragar tudo.
    Mas acredito que o amor ainda seja a melhor opção.
    Se os pais tivessem o mesmo cuidado que se era empregado antigamente, com base no futuro de seus filhos esses problemas teriam um fim. É o que pretendo se um dia tiver filhos!

    Mil Beijos Ca!

    ResponderExcluir
  3. A educação anda um caos mesmo.
    Sabe, tua prima tem que erger as mão pro céu pois está recebendo uma educação que muito não recebem mais e isso vai fazer muito bem para ela!
    Não tenho filhos e não pretendo te-los.

    ResponderExcluir
  4. Oi Camila,
    Eu tenho uma filha, já formada.
    Não é fácil criar filhos e eu criei sozinha, pois não podia contar com o pai dela. Ainda bem que não pude contar com ele, pois os outros filhos (com outras mulheres) que ele interferiu na educação, deram em nada ou pior do que isto.
    Sempre dei liberdade para minha filha. Deixava claro que a liberdade dela ia até o ponto em que ela não abusasse dela e deu certo! Ela foi aprovada em 2º lugar na carreira de Engenharia na USP, sendo que nunca deixou de sair para baladas, só que eu a levava nas baladas e ia buscá-la, nunca deixei voltar com as amigas ou pais de amigas.
    Ótimo post, ótimo questionamento.
    Bjks e uma ótima quinta-feira para vc.

    http://gostodistonew.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Tenho muita vontade de dar aulas, sabe? Eu gosto e tals...mas as vezes eu tenho medo do que eu vou me deparar.. tenho amigas que já deram aula para turmas de ensimo fundamental e médio e que contam histórias terríveis! Hj em dia o aluno não respeita o professor e não tem interesse nas aulas.. Eu tenho um filho e tbm fico pensando nessa questão de como educá-lo para que ele não fique assim. A sua prima pode até reclamar um pouco agora desse método dos pais dela, mas pode ter certeza que no futuro ela irá agradecer... entretanto, tem que haver um meio termo pq nem só de estudar se vive, né mesmo? ela tem que ter o lazer dela tbm para não ficar frustrada no futuro e com a sensação de que não aproveitou a adolescencia dela...

    Bjos e parabéns pela reflexão!

    ResponderExcluir
  6. Parabéns Camila, Você escreve bem e sempre post com conteúdo.

    ResponderExcluir
  7. Adorei o post, eu posso dizer que sou uma ótima aluna, sou super dedicada pois quero seguir na profissão de professora :D
    Beijos
    http://agathasplace.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Assunto delicado esse hein Camila. Eu tenho um "pequeninho" de 2 anos e 8 meses, e ele consegue ser de um jeito comigo e de outro com o pai. Talvez por ficarmos o dia todo juntos ( ele só vai pra escola com 3 anos) eu o deixo fazer coisas que não poderia normalmente, mas fico cansada de chamar a atenção e não ser atendida. É um erro eu sei, mas como aprender se não errar, não é verdade?
    Não quero de maneira alguma fazer como muitos pais, que deixam a educação a cargo da escola, mas acho que ajuda muito, e tenho uma pontinha de esperança que ele melhore muito quando começar a estudar. Disciplina, respeito, também se aprende na escola. Sou contra ditadura de colégio, inglês, esporte, tudo ao mesmo tempo e no mesmo dia, mas pretendo colocar o Theo nessas atividades sim, fracionadas na semana, para não esgotá-lo e fazê-lo desistir no primeiro cansaço.

    Bjo

    ResponderExcluir
  9. Oi, Camis!!!
    Eu ainda não tenho filhos, mas tenho os mesmos questionamentos...
    bjoo

    ResponderExcluir
  10. Camila, ótimo conteúdo, eu entendo bem sobre o que vc escreveu, tenho muitos pedagogos na familia, e qdo me formei cheguei a dar aula para 2ª série, mas não era minha praia, sei que vou até ouvir umas chibatadas, mas não acho mal nenhum numa boa palmada, hoje os filhos fazem o que querem e fica por isso mesmo.Cami, obrigada pelo carinho no meu cantinho hoje, os recadinhos me fizeram tão feliz, obrigada novamente, bjs, Va.

    ResponderExcluir
  11. oi camila,esse post foi genial é o que acontece mt no mundo de hj filhos com uma liberdade e tanto,na minha opnião os pais tem que libertar os filhos,mas têm que sempre estar presentes e a liberde não pode ser total,os pais têm que impor limites!parebéns pelo post!

    bjs carol do fashion rock teens

    ResponderExcluir
  12. Camila realmente criar e educar um filho hoje em dia realmente não é facil...eu se um dia tiver um filho quero ser mais amigo que pai,pretendo dar 95% de liberdade e confiança ;D,"ps: quando li a parte "Meus pais são professores e eu tentei essa carreira também" eu pensei...COITADA D;.

    Abraços ;D

    ResponderExcluir
  13. Muito interessante esse assunto,, sabe Camila, sou professora, em breve darei minha primeira aula e me pergunto as vzs como lidar cm akeles alunos desinteressados... mas xtou ansiosa p começar,,,mas minha grande preocupação é tbm cmo educar meus filhos nessa modernidade, ainda nao tenho,
    sua priminha um dia vai agradecer os pais pelo "quartel general".
    bj

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...