E o Halloween começa...

Já quase chegando nessa data que eu adoro demais, vou colocar algumas histórias e passagens aqui para vocês. Espero que gostem. Essa de hoje é uma mistura da realidade tirada por mim de livros de história e ficção por mim criada também. Quer dizer, nem tão ficção assim, acreditem no que quiserem, mas cuidado o Halloween esté chegando!

Há 200 anos na Irlanda era comemorado no dia 01 de novembro pelos Celtas o ano novo.
Diferente daqui hoje em dia eles acreditavam que no final do verão, quando suas colheitas terminavam é que o ano mudava. Bem no inicio do sombrio e gelado inverno, era a data escolhida para festejar o ano novo.

Naquela época, os cemitérios era no meio da cidade, abertos e as vezes até no fundo das casas.
Os Celtas frequentemente associaram o inverno com a morte, tendo em vista o esforço para sobreviver às baixíssimas temperaturas e à falta de recursos como madeira seca para o aquecimento e o crescimento da lavoura, mas não era só esse o motivo para tal associação. Naquela época, as pessoas tinham a convicção de que a noite da véspera de ano novo era o limite enfraquecido de dois mundos. Acreditavam que o mundo dos mortos e o mundo dos vivos poderiam se misturar, se fundir, nessa madrugada.

The two faces of Persephone - O lado do bem e do mal.
A essa noite maldita davam o nome de Samhain, e era celebrado ainda no dia 31 de Outubro, que era exatamente quando os fantasmas retornavam de sua morte eterna a Terra. Esta era a mais assustadora das crenças e sem dúvida um dos mais apavorantes e fantasmagóricos aspectos acerca da origem do Halloween. Os celtas acreditavam piamente que esses mortos-vivos poderiam prejudicar a lavoura e causar outros problemas.


As pessoas se abrigavam em casa e faziam oferendas a esses espíritos para que estes não se sentissem provocados ou menosprezados e retornassem em paz a suas tumbas e também para que não prejudicassem a lavoura. Apagavam as luzes e acendias velas e mais velas, comiam suas comidas típicas que eram as aboboras e tomavam cerveja quente. As aboboras eram transformadas em pequenas estátuas e colocadas em suas cercas como um presente aos espíritos que ali passassem.


Os romanos também tiveram suas crenças acerca desse dia, pois também acreditavam que os espíritos voltariam durante essa madrugada e faziam suas oferendas com festas e comidas. Davam a essa comemoração o nome de Feralia e até hoje seguimos com a tradição. O Papa da época designou esse dia (31 de outubro) como sendo o DIA DAS ALMAS, pois no dia primeiro comemoravam-se o Dia de Todos os Santos. Hoje fazemos ao contrário, comemoramos depois do dia santo e chamamos de FINADOS sendo assim feriado no dia 02 de novembro.


Dizem que os espíritos não gostaram muito dessa história de darmos nossas oferendas no dia 02 de novembro e por esse motivo coisas estranhas acontecem no Halloween até hoje.

12 comentários

  1. Linda,
    acredita que nunca fui numa festa de Halloween?

    Tenho vontade... e vc safadinha, nem conseguiu ler o post? pq será? huahuahaa

    beijos e bom sábado.

    ResponderExcluir
  2. bem interessante essa história
    bem legal o texto, gostei

    Parabéns pela postagem !!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Hehehehehhehehhehehe seu post foi muito bom, você trouxe um pouco mais de informação e história sobre esse dia waldysnico que estamos aos poucos importando, hehehehhehehehe, agora faça uma pesquisa sobre o Saci Pererê, a Mula sem Cabeça, o Curipira, o Nêgo D'agua e esses fantasminhas que são mais chegados a nossa realidade!

    ResponderExcluir
  4. oi Camis,

    sabe que quando os meninos eram pequenos,
    uma vez fiz uma festa coletiva para comemorar os aniversários todos juntos.
    e adivinha o tema?
    HALLOWEEN,
    E FOI UM SUPER SUCESSO...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Adoooorei o post!
    Está rolando um sorteio luxo no blog em parceria com a Sigma, não deixe de participar.
    Beeijo!

    www.blogmundoparalelo.com

    ResponderExcluir
  6. Oi linda eu adoro e vejo que vc também curte adorei a postagem.
    Te espero por lá viu.
    http://plantaodabeleza.blogspot.com/
    Beijosssss Simara

    ResponderExcluir
  7. É com “Palavras” que pintarei sonhos
    Navegarei mares, voarei sobre o azul do Mar
    Aqui virei com elas pintadas de ternura
    Aqui deixarei um pouco do meu sonhar

    Foi um gosto aqui passar


    Terno beijo

    ResponderExcluir
  8. Oi,amiga!Tu vai me chamar de chata e patriotista,mas sei lá não curto muito essas coisa, ahco americanizado demais.sei lá.Opinoão mniha claro.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  9. Eu adoro hallowen mas queria irn uma festa descente mesmo as que fui tinha decoração , comidas , o pessoal fantasiado de bruxa e monstros s mas o resto ja sabe , o funk neh .
    http://perfeitinha-blog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. ...Tantas "festinhas" o ano todo para inspirar Halloween...nhenzes!!!
    ótimo teu texto,
    bom domingo,Camila

    ResponderExcluir
  11. Acho q o Halloween no Brasil é um costume mas importado dos filmes que criaram uma atmosfera atraente para essa data. Em países com tradições de verdade sim deve ser lega.
    Abraço Camila ;D

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...