Um pouco menos de mim

Eu não sou tão inteligente quanto me mostro ser. Não sei todos os assuntos que discuto. Não domino sobre tudo que opino. Sou de fases, tenho paixões e amores por coisas e eles ditam essas fases em minha vida. Não sou em Dezembro a mesma pessoa que fui em Janeiro, mas talvez eu seja.

Me modifico a cada instante, a cada frase que leio, a cada frase que escrevo. Às vezes mudo de ideia no meio de uma ideia que eu tinha. Se escrevo um texto, quando chego ao meio, percebo que quero mudar o começo, faço isso com frequência. São muitos pensamentos que passam por mim, em um único instante. Sou bipolar?
Eu amo ler, mas passo semanas sem tocar em um livro. As pessoas não reparam nisso, estou sempre mudando, mas só notam o que eu mostro mais. Nem sempre o que eu mais apresento é o que eu gosto na verdade, tenho amores escondidos, tenho medos aparentes que realmente não me assustam. Está confuso? Me assunto com o que a maioria das pessoas deseja, desejo o que assusta os outros. Tenho medo de escuro.

Não suporto não saber o que há lá... E lá pode ser qualquer lugar no mundo.

Eu mudo de ideia, tem noites que durmo no escuro. Odeio meu passado, só que tenho um blog fechado que tem ele (meu passado) todo por escrito e quando me sinto triste eu o leio quase todo. Adoro escrever, mas passo dias sem fazê-lo, do mesmo jeito que faz quase um mês que não suporto a ideia de pegar em um livro.
Odeio algumas músicas, algumas delas eu baixo e procuro a letra para cantar direito quando grudam em minha cabeça. Loucura? (Eu quero tchu... Eu quero Tcha...)

Eu queria ser médica, acho que sempre foi meu sonho, mas descobri isso recentemente. Eu mudo de ideias, mudo de opiniões. Moldo meu dia de acordo com meu relógio. Adoro rotina. Isso não me impede de querer jogar tudo pro alto e querer vender cocos na praia.
Mês passado li 9 livros. Metade deles de vampiros, outros de amor. Eu estou escrevendo um livro, mas ás vezes sinto ódio dele. Tenho 6 sapatos de salto alto, só usei 2 deles em casamentos, odeio usar salto. Eu mudo de ideia sempre. Teve uma época que usei salto todos os dias, eu adorava. As pessoas me veem de maneiras diferentes, dependendo da época que as conheci. Na faculdade eu tinha is amigos homens e hoje converso mais com as mulheres da minha sala.
Leio jornal todo dia, talvez por isso consiga opinar sobre qualquer coisa, mesmo que não domine o assunto. Eu engano bem. Conheço séries americanas profundamente, guardo nomes de atores que ninguém conhece e adoro discutir política. Odeio política. Queria morar nos Estados Unidos, eu sempre quis. Nada a ver?

E você? Tem fases ou só eu no mundo tenho coragem de me expor desse jeito?

22 comentários

  1. Me parece que vc é bem metamorfose ambulante.rs
    Vc me parece uma pessoa agitada, intensa. Seria estabanada? rs

    Temos nossas fases, mas não me considero uma metamorfose ambulante. Vivo me expondo nos meus blogs.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estabanada nem tanto, mas muito agitada. Dificilmente vc me verá sem fazer nada. Tenho horror a ficar atoa e tb à ficar sozinha!

      Excluir
  2. Tambem me sinto assim muitas vezes...e algumas dela acho ate que sou bipolar...rs
    bjs
    juliana

    ResponderExcluir
  3. Nada de anormal Camila! Vc vive intensamente, apenas isso!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Camila, eu li seu texto e me vi em muitossss relatos ali,e o engraçado que escrevi hoje um post sobre essas mudanças de pensamentos e comportamentos, e tb me questionei se sou bipolar,mas prefiro acreditar que não, que sou é livre pra mudar só isso!!
    um bj flor!
    paty do encontrinhodemulher.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita! Acho que ser livre tb é isso viu! Poder mudar quando quiser...

      Excluir
  5. Nossa! Que massa! Li num fôlego só e assim o faria se, mais que um texto, fosse uma antologia. Adorei saber as muitas de você, que nesse instante já deve ter se metamorfoseado outra vez. Somos todos um pouco assim, dotados de uma mutação invisível.

    Beijo, Camilinha.

    ResponderExcluir
  6. Somos inconstantes por natureza. E esse é o grande barato. Sou assim também. Me identifiquei muito com seu texto. Agora mesmo, estou mudando de blog. Acho que fico só mais essa semana e vou pro Palavra Vadia no tumblr. Achei mais massa que o blogspot. Mas ágil e versátil. Mas daqui a pouco eu me arrependo. Outra coisa, meus livros. Reformulei todo Divina Sujeira. Tá, nem todo, mas boa parte. E ficou bem melhor. Mas daqui a um tempo eu já acho ele mais ou menos e assim por diante. Tenho graves crises de identidade. Disse-me uma psicóloga uma vez, que na falta de um representante paterno na minha casa, eu me abracei nos personagens de livros e filmes que eu gostava. Queria ser igual a eles. Então uma hora eu queria ser o joão, outra o manuel, outra o joaquim, etc.

    Mas sendo bem sincero, acho que se fossemos muito engessados e tivéssemos certeza de tudo que queríamos, sem mudança, acho que perderíamos nossa identidade. Enfim,

    Beijoss

    ----
    Site Oficial: JimCarbonera.com
    Rascunhos: PalavraVadia.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concodor Jim... Que interessante, muita gente se identificou com o que eu disse, sinal que é normal mudar...

      Excluir
  7. Você muda e eu sou todas essas coisas ao mesmo tempo. Só escolho o lado que vou mostrar de acordo com a pessoa e a hora. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb ja aprendi essa dança... Em alguns lugares eu sou outra pessoa!

      Excluir
  8. Oi Camila,
    Tô me vendo neste texto!!! Sou isto aí e um pouco mais.
    Sabe qdo eu percebi que era multifacetada? Eu sempre passava com o meu primo em frente de uma casa na Gávea, que gostava muito e sempre comentava o qto gostava da tal casa. Passei anos sem ir ao RJ e ao passar na frente desta casa, meu primo perguntou se eu não ia falar nada, pois era a casa que ele sabia que eu adorava, e eu respondi:
    - Eu ainda gosto dela.
    Meu primo estranhou e disse que as pessoas gostam ou não gostam, não mudam assim, com um "eu ainda gosto".
    Eu mudo.
    xoxo

    Gosto disto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe Betty as pessoas mais interessantes estao se identificando com o que eu escrevi! To feliz com o resultado...

      Obrigada por compartilhar...

      Excluir
  9. Camila... me identifiquei tanto. Acho quer todo mundo vive fases. Porque a gente interage co tantas coisas e pessoas, que é inevitável não sermos influenciados e querer mudar uma coisa aqui outra ali. Conheço gente que não aceita mudança das pessoas. Eu mesmo já fui "excluida" de um grupo de amigas porque resolvi mudar para melhor...

    Bjsss

    ResponderExcluir
  10. Oi, vim conhecer seu blog pela Betty(essa menina aí do comentário acima)...adorei, me apaixonei e fiquei..
    Também vou compartilhar no meu face...Me vi em muitas frases suas...
    Adoro ler livros de vampiros....
    Paz e bem

    ResponderExcluir
  11. A vida não é nunca apenas linear.Senão seria um saco!! Todos mudamos, ora gostamos disso, ora daquilo... Eu mudei completamente meus gostos musicais por exemplo. Não suporto mais um tanto de coisas que gostava antes, até fruitas, verduras. E não estou louca. Apenas mudei!!rs Só continuo firme naquilo que acredito que vale a pena... beijos,chica a adorei te ler!!

    ResponderExcluir
  12. Oi Camila!

    Nossa, me identifiquei muito com você!
    Acho que é por isso que nos damos tão bem, mesmo nos conhecendo apenas virtualmente. :p
    Eu também sou de fases... Também usava apenas saltos e agora as pessoas só me veem de All Star e sapatilhas... Eu era loira e agora sou morena. Resumindo, me considero uma metamorfose ambulante. :)
    Mas vejo isso como algo positivo! Pois, pessoas assim, sempre estão dispostas a mudar e a inovar. Além disso, costumam ser abertas a novas ideias e sensações.

    Quanto aos livros, acho que a culpada por você não estar lendo nada no momento é a J. R. Ward!!! Pois você só quer saber dos vampiros dela!! hehehe :p
    Falando nisso, acabei de postar a resenha de Amante Desperto.
    Mas não ficou muito legal, pois não estou inspirada hoje.
    Na verdade, estou até um pouco deprê, já que hoje foi o meu último dia no Consultório de Rua. Você deve ter visto lá no Face... A partir de segunda estarei trabalhando na internação psiquiátrica. Estou um pouco tensa com isso... Mas, faz parte.
    Enfim, nem sei por que estou falando isso. Acho que o seu post acabou fazendo com que eu me abrisse um pouco também. :)

    Agora vou ir comer alguma coisa...

    Você já leu A Sombra do Vento? Quem sabe você retoma as suas leituras através dele? Se você não o tiver lido, claro.

    Beijooo!

    ResponderExcluir
  13. Puxa Camilinha! Que legal esse depoimento seu aqui!

    Eu sou assim também, pois como dizia meu amigo Raul Seixas:
    Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo!

    ResponderExcluir
  14. adorei teu blog tudo muito lindo por aqui
    já seguindo e te convido a conhecer meu cantinho tmb

    venha ver o post que eu fiz sobre Maxi colares é um encanto aproveite para conhecer a loja da Dani é tudo de bom...vai adorar bjos
    http://www.cantinhodaquesia.blogspot.com.br/

    sorteio tmb vem
    http://www.cantinhodaquesia.blogspot.com.br/2012/06/sorteio-com-guria-chic.html

    ResponderExcluir
  15. poxa parece escrito sobre mim... me identifiquei bastante, são pouscas as pessoas que expõe suas idéias, sua vida, seus desejos etc desse jeito. parabens pelo blog, vou indicar aos meus amigos. :)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...