[Livro] Dias Perfeitos - Raphael Montes

Segundo livro que leio do escritor e agora sim, sei que sou fã dele (a resenha do outro vem em breve), apesar de que neste, vi alguns detalhezinhos que me incomodaram um pouco, mas vamos por partes.

Sinopse: Téo é um solitário estudante de medicina que divide seu tempo entre cuidar da mãe paraplégica e examinar cadáveres nas aulas de anatomia. Durante uma festa, ele conhece Clarice, uma jovem de espírito livre que sonha tornar-se roteirista de cinema. Ela está escrevendo um road movie sobre três amigas que viajam em busca de novas experiências. Obcecado por Clarice, Téo quer dissecar a rebeldia daquela menina. Começa, então, uma aproximação doentia que o leva a tomar uma atitude extrema. Passando por cenários oníricos, que incluem um chalé em Teresópolis e uma praia deserta em Ilha Grande, o casal estabelece uma rotina insólita, repleta de tortura psicológica e sordidez. O efeito é perturbador. Téo fala com calma, planeja os atos com frieza e justifica suas atitudes com uma lógica impecável. A capacidade do autor de explorar uma psique doentia é impressionante – e o mergulho psicológico não impede que o livro siga um ritmo eletrizante, repleto de surpresas, digno dos melhores thrillers da atualidade. Dias perfeitos é uma história de amor, sequestro e obsessão. Capaz de manter os personagens em tensão permanente e pródigo em diálogos afiados, Raphael Montes reafirma sua vocação para o suspense e se consolida como um grande talento da nova literatura nacional.

Classificação


Em dias perfeitos, Raphael traz um assunto que eu amo muito: Psicopatas.

Téo é um estudante de medicina e desde as primeiras páginas já notamos que tem algo errado com ele. Sua afeição por um dos cadáveres de estudo é bem doentia e bizarra. Mas Téo sabe exatamente o que fazer para passar despercebido e são essas atitudes artificiais (típicas de um psicopata) que ele é introduzido à história.

Sua rotina é bem metódica. Além de estudar muito e ser brilhante na faculdade, Theo cuida da mãe paralítica com todo carinho (algo que sabemos ser só fingimento), além de manter as aparências com os vizinhos e tal, mas tudo muda quando, em uma festa, ele conhece Clarice e se apaixona por ela.

Sabemos que psicopatas não se apaixonam como pessoas normais, no máximo criam um laço de dependência ou fascínio por outra e é exatamente o que acontece com Téo em relação a Clarice, coitada.

A garota é totalmente diferente dele: cheia de personalidade, adora beber, fuma descontroladamente e não tolera regras. Além disse está escrevendo um roteiro (que leva o nome do livro - Dias Perfeitos) que Téo sabe que pode ficar melhor, mas nada disso importa, porque Téo está apaixonado e tem certeza que pode mudar tudo isso. Melhorar na verdade.

Afinal, relacionamento também é privação. Estavam atados um ao outro. Ele levaria Clarice consigo para sempre: já não podia viver ou mesmo morrer sem ela".

Ele só precisa passar um tempo com ela para poder mostrar todo seu amor e fazê-la entender o quanto, só ele, pode ser perfeito para ela. É nessa loucura, que após alguns dias de densa perseguição ele a sequestra (de uma forma horrenda) para proporcionar momentos de "paz" à Clarice, seguindo os locais que ela cita em seu roteiro para ampliar sua inspiração. Dessa forma espera que ela se apaixone por ele.

É aqui que senti o maior incomodo durante a leitura. A questão de sequestrar alguém, por purpura obsessão, proporcionar o bom e o melhor para essa pessoa desenvolver um trabalho inacabado, além de tentar "melhorar" aquela personalidade ao seu bel prazer, já foi IGUALMENTE explorado aqui:


Essa foi uma das inúmeras críticas que li antes de pegar esse livro e pensei: "Não pode ser tão igual". Mas é...

De qualquer forma, Raphael Montes escreve muito bem. Sua narrativa é acelerada e deliciosa e se você NÃO leu o livro citado acima, vai deitar e rolar com esse.

- Ah, Camila, se tem esse enorme defeito, porque você deu 5 estrelas?

Simples: O FINAL ME JOGOU NO CHÃO. Eu juro que não esperava. Isso não, como eu vinha lendo e imaginando o final do outro, quando cheguei às últimas páginas desse quase engasguei. Raphael Montes se mostrou insano! Deu-me uma voadora no peito e eu ainda o agradeci no Twitter! Hahaha

Téo fechou os olhos, ainda deprimido, mas sem se perturbar. Fosse o que fosse, tinha a sensação de que ninguém conseguiria pegá-lo".

Sério, vale a pena. Vale muito e eu recomendo para qualquer pessoa que curte leituras angustiantes e aterrorizantes.

Ah, tenho dois exemplares desse livro! O que será que faço com o outro hein?! Não sei... Deixa eu pensar...

18 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Camila
    Tô fora desse estilo de leitura kkkk Mas, a quem ame ler isto. kkk

    Mil bjokas,
    http://www.dmulheres.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Caracaaa Camila... adoro finais de livro como vc descreveu... hehehehe... Me chamou atenção foi a sua reação do final do livro... pq este tema aqui mexi comigo, tenho medo.... Não sei se leria... talvez pela surpresa do final... rsrsrs

    livros terapias / Fan page

    ResponderExcluir
  4. Oi, Cá! Eu estava ficando interessada nesse livro até tu botar a capa de Misery ali, aí eu já fiquei meio com raiva. Eu SOFRI MUITO lendo Misery e não quero passar por isso de novo IUAHOUAHUIAHia Tá, mas enfim, realmente parece ser um ótimo livro e eu estou muito curiosa com o final. Certeza que a menina deve morrer, ou coisa pior... Quero nem imaginar.
    Outra coisa é que eu lembrei que há algum tempo a Tati Feltrin comentou sobre um livro que tem uma história semelhante a esses, vou procurar nos videos dela.


    Beijos
    SIL ~ Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  5. Oie Camila =)

    Leio muitas resenhas positivas desse livro, mas como ele não faz muito meu estilo ainda não me arisquei em ler. Porém confesso que estou ficando cada vez mais curiosa.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  6. Oi Camila,
    Esses plots de stalkers me deixam com medo haha
    Misery até comecei a leitura toda tremendo haha ainda não terminei.
    Mais um do Raphael para a lista!

    P.S,: te indiquei numa tag: http://www.obsessionvalley.com/2015/11/tag-frases-de-mae.html

    tenha uma ótima quinta.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  7. Oi, Camila! Esse livro parece bem interessante. Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Camila! Esse livro parece bem interessante. Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Adorei,já estou ansioso para chegada desses livros que receberei da sua promoção kkkk.

    ResponderExcluir
  10. Fiquei com muita vontade de ler depois dessa resenha!!!

    ResponderExcluir
  11. Estou doida pra ler esse livro, curto muito o tema psicopata e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais ansiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  12. Histórias que te deixam sem chão e com receio do seu fim, que nem sempre é aquele que a gente espera, me fascinam. Esse livro parece-me ser bem trabalhado para deixar o leitor engasgado do começo ao fim. quero ler.

    ResponderExcluir
  13. Camila!
    Não li nada ainda do autor, porém só vejo elogios pela blogosfera.
    Psicopatas são maquiavélicos, egoístas e fazem suas vítimas sofrerem muito.
    Acompanhar esse thriller deve ser bom.
    Já li Misery e se for no estilo, vai bem.
    “Não esqueça que Natal não é do Papai Noel tão pouco para ganhar presentes materiais, mas é a data que recebemos o melhor presente para nossa existência, Jesus!” (Rogério Stankewski)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista de Dezembro, serão 6 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  14. Ótimas resenhas, fiquei interessada em ler!
    Participando da Promoção Natal Brasuca!
    E-mail para contato: juliana_lu@hotmail.com

    ResponderExcluir
  15. Uma historia bem perversa um perseguidor e sequestrador muito louco a historia e bem interessante coitada da vitima que estar sofrendo e ele acha que estar ajudando o final deve ser a melhor parte do livro como citou .

    ResponderExcluir
  16. Camila, nunca havia lido uma resenha tao marcante desse livro como foi essa, parabéns, parecia que eu fazia parte da historia. Eu tenho "Suicidas" que ganhei em um sorteio, mas serio, minha atual preguiça não me deixa nem começar sua leitura. Já vi alguns comentário dizendo que "Seuicidas" é melhor do que "Dias Perfeitos", outros dizendo ao contrario, mas para mim sera não sera diferente, me apaixonei por enredos psicopatas e enfim, como "Dias Perfeitos" já esta em minha lista, acho que vou adianta-lo e assim faço as duas leituras e suas compareaçoes (se esxistirem kk).

    BJsss

    ResponderExcluir
  17. Tô bem curiosa com esse livro desde que foi lançado. Perguntei em um grupo literário se alguém tinha livros sobre relacionamento obsessivo pra me indicar e esse foi indicado em massa.
    Como não li Misery (ainda), acredito que não vou me incomodar com esse detalhe que você citou. Amo/sou enredos com psicopatas e fico bem feliz em ver que os autores nacionais tem se "jogado" pra esse lado também *-*
    Me recomendaram o outro livro dele... pera... vou procurar
    (pausa)
    O VILAREJO
    ai como pude esquecer
    eu quero demais esse livro também, aliás tá na minha lista de desejados
    enfim, que bom que o final foi tão bom assim

    beijos!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...