Palavras jogadas ao vento

Tenho pavor de pessoas que não sabem fazer poemas e acham que se jogarem algumas palavras na tela e colocarem um formato diferente no texto já são Luiz Vaz de Camões...


"PERALÁ" não é assim tão fácil. Saber escrever é uma coisa e jogar palavras é outra. Quer um exemplo?
Sei que nunca saberei no amor que sinto
o
que
se
passa
na cabeça sentimental de
quem sofre tanto dessa paixão
e
não tem muita coisa
importante é entender
o
coração

Lindo né?! Lindo nada... Totalmente nada a ver, sem sentido nenhum e sem pontuação. Para que foi usado o ENTER nesse caso? Colocar uma palavra abaixo da outras não faz o texto ficar "misterioso" pelo amor de Deus.


Agora quer outro exemplo?!
Alma minha gentil, que te partiste,
tão cedo desta vida descontente,
repousa lá no Céu eternamente
e viva eu cá na terra sempre triste.
Se lá no assento etéreo, onde subiste,
memória desta vida se consente,
não te esqueças daquele amor ardente
que já nos olhos meus tão puro viste.
E se vires que pode merecer-te
alguma cousa a dor que me ficou
da mágoa, sem remédio, de perder-te,
Roga a Deus, que teus anos encurtou,
que tão cedo de cá me leve a ver-te,
quão cedo de meus olhos te levou.
Luiz Váz de Camões (certamente o meu preferido entre todos)


Me dá vontade de chorar! É lindo, tem sentido, é profundo e tem pontuação. Não me mata de vergonha alheia quando leio porque na boa, sinto um negócio dentro do estomago quando vejo palavras jogadas à toa. Coitadas delas!
Gente vamos ter um pouco mais de dó da nossa língua. Tão linda tão cheia de significado, tão complexa para ser usada assim, com esse relaxo todo.

Quer exemplos de pessoas que sabem escrever? Vou dar alguns, meus preferidos:
Coisinhas da Chica: Para quando quiser ler uma crônica curta e cheia de emoção.
Eterno: Se quiser saber como usar as palavras de maneira formosa e encantadora sempre.
Verdades e Bobagens: Para quando quiser opiniões inteligentes e histórias engraçadas.
Inquietude: Se estiver a fim de descobrir outras maneiras de usar nossas palavras e ser inteligente ao mesmo tempo.
Ahhh chega, tem vários blogs desse jeito por ai, é só procurar atenciosamente. Guardo mais vários aqui. Quem quiser é só pedir!
Beijos!

15 comentários

  1. oi Camis,

    você é incrível,
    disse toda a verdade,
    tem muita gente que se faz de escritor,
    mas
    PELO AMOR DE DEUS,
    temos que ter paciência...
    adorei a postagem e tem muitos outros blogs,
    além dos que citou que são ótimos,
    é só saber escolher...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Tenho mania de escrever rimas. Já postei um tanto em dois dos meus blogs. Nunca me achei poeta e escritor, apenas uso os blogs para desabafar e preencher o vazio da existência. Escrevo tudo com simplicidade, procurando somente revelar o que sinto. Acho que minhas humildes rimas são como letras de músicas românticas/bregas, e assim como gosto de tais músicas, gosto igualmente de minhas rimas.

    Meus blogs são bregas; talvez por isso e por eu ter um sofrível português, é que muitos intelectuais não passam por lá.

    ResponderExcluir
  3. Oi Camila,
    Nunca parei para pensar nisto, mas agora vou começar a reparar.
    É lógico que vejo a diferença entre Fernando Pessoa e vários poetas da net, mas nunca analisei o porquê.
    Beijos 1000 e uma 4ª-feira maravilhosa para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderExcluir
  4. Só posso dizer que estou com os olhos marejados, obrigada Camila!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Camila! Eu ri muito da parte sobre deixar o poema "misterioso". :D Concordo com você. Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Também ri muito sobre deixar o poema "misterioso" hahaha. E acho que me identifiquei com o que Roderick disse.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Ei Camilinha, puxa vida! Obrigado por sempre lembrar de mim! Vc é demais!

    ResponderExcluir
  8. Hola,preciosas letras van desnudando pura y genuinamente la germinal belleza de este blog, si te va la palabra encadenada, la poesía, te invito al mio,será un placer,es,
    http://ligerodeequipaje1875.blogspot.com/
    gracias, pasa buen día, besos truhanes..

    ResponderExcluir
  9. Concordo com você, sem mover uma vírgula de lugar! Acentos e pontuação existem para serem usados porque, sem eles, fica incompreensível o texto.
    Odeio 'poemas' bicho de sete cabeças! Há pessoas que pensam que a criatividade está no uso sem rumo e sem ritmo de palavras jogadas numa folha de papel ou na tela do computador. Um poema transmite beleza sem precisar de malabarismos... Costumo dispensar a leitura de textos álgebra.

    Muito bom o post!

    Um abraço,

    Suzana/LILY

    ResponderExcluir
  10. Oi linda eu AMEI essa postagem arrazou em , vou prestar mas atenção .
    Te espero por lá, eu adoro quando vc me faz uma visitinha.
    Meus cantinhos:
    Blog 1= ( http://plantaodabeleza.blogspot.com/ )
    Blog 2= ( http://minhasdivaspop.blogspot.com/ )
    Blog 3= ( http://coloridas-artes.blogspot.com/ )
    /(,")\\
    ./_\\.
    _| |_................Beijossssssssss simara

    ResponderExcluir
  11. Então é assim que você lê o meu escrivinhamento, Camila? Adorei isso, menina.

    Meu texto não flui quando planejo muito. Eu não sou escritora, sou faladeira, daí anoto o que falo. E tenho que aprender a reduzir meus textos, porque as pessoas não tem todo o tempo do mundo pra apreciar aquela erudição lá do outro lado da fronteira.

    Conheço alguns outros desses que você generosamente citou. E os que ainda não fui, irei conferir.

    Obrigadinha pelo mimo, viu? Você é mesmo uma querida.

    Beijoooooooooo...

    ResponderExcluir
  12. Nooooossa, que bom esse teu carinho!

    Muito obrigado pela referência.Adorei! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  13. Por isso eu digo que sou um "escrevinhador":)!
    Bjo

    ResponderExcluir
  14. Rs...Difícil, hein, Camila?

    ;)

    Um beijo.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...