Redes Sociais e a Religião

Tenho quase todas as redes sociais que já inventaram no mundo!
Algumas não entro a muito tempo (Orkut), outras só as vezes (Twitter) e outras tomam quase 40% do meu dia (Facebook).


Mas tem algo acontecendo nesses sites, uma invasão de religiosos, fanáticos e descontrolados seguidores das mais diversas religiões. E que fique bem claro antes que eu me torne a mais nova mulher apedrejada, eu tenho religião sim!


Ao contrario do que algumas cabecinhas profanas aqui possam pensar, não são somente os evangélicos que acabam no fanatismo, espíritas parecem acreditar que só se deve falar sobre este assunto, saem espalhando palavras lindas e de grande sabedoria por todos os cantos, tentando em vão recolher mais pessoas para a doutrina!

Ora amigos, sou espírita e sei bem como funciona isso, não vamos cometer os mesmo erros sempre, sentar com nossos traseiros no chão e falar do traseiro dos outros, os espíritas quando querem, são chatos também! Aliás, todos falam mal de evangélicos, mas fazem exatamente a mesma coisa que criticam... Errado demais isso!


Católicos, evangélicos, espíritas, todos então passando um pouco dos limites. Shoppings não são lugares para se celebrar uma missa ou culto, sei lá como chamam, praças publicas também não então porque raios o Facebook deve ser?! Não existem igrejas para isso??!


Eu apelidei secretamente uma turma no meu Facebook, agora vou revelar isso a vocês, apelidei um grupo (que vem crescendo a cada dia) de: A TURMA DO ARCO-IRIS, porque só podem fazer parte dos Ursinhos Carinhosos. É tudo muito meigo e cheio de moralismo, as pessoas não parecem relaxar. Mas que coisa chata, meu Facebook está parecendo um livro de auto-ajuda!

Acho legal ter fé, religião é imprescindível para ajudar os humanos a se firmar em uma boa conduta, não tenho problemas em falar de Deus e já participei de vários debates religiosos (civilizados), adoro por sinal, mas tudo tem sua hora. Acreditem, também existem lugares para falarmos besteiras, e as redes sociais fazem parte deles!

Pronto, podem me matar agora...

Ahh, se quiser saber um pouco mais sobre a blogueira que vos escreve é só passar no Blog Feminices (AQUI). Tem um especial lá!

31 comentários

  1. AMEI CAMILA! seu olhar perceptivo sem dúvida captou toda uma verdade cheia de facetas.Já fui do orkut ,há 4 anos deixei TUDO e sabe que me sinto liberta.Tive que radicalizar mesmo,é muito olho em cima da vida da gente rs
    PARABÉNS pela lucidez.
    beijos e um ótimo fim de semana

    ResponderExcluir
  2. Camila, na verdade o facebook tá cheio de inutilidades, ando selecionando e cancelando a assinatura de uma porção de pessoas. Não consigo ficar vendo e lendo bobagens, isso seria compactuar com toda essa pobreza de intelecto e espírito. E o fanatismo é uma praga universal, não tem jeito, está em todo lugar!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Não ando pelas redes, mas concordo que tudo tem sua hora e lugar e equilíbrio cabe sempre!beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. Isso mesmo, o povo está se desequilibrando em tudo, perdendo a medida
    bjs
    juliana

    ResponderExcluir
  5. Bem interessante seu post. Fui católico, fui espírita, e desde, por volta de 1984, me tornei sem religião, sem mesmo acreditar no Deus das religiões. Se existir um Deus, penso que ele não é nem bom nem ruim. Bobagem rezar e se iludir, na minha humilde opinião.

    Bem observado o fanatismo dos espíritas, eu, que frequentei um centro espírita kardecista, por muitos anos, percebi isso(se bem que não acho-os tão fanáticos como os evangélicos). E notei também um moralismo... Estranho, é que na blogosfera, me deparei com kardecistas que fazem apologia à luxúria...

    Sobre as redes sociais, gosto delas igual gosto de religião.rs
    Tô fora delas!!!

    Bom final de semana, Camila!

    ResponderExcluir
  6. oi Camis,

    concordo com você,
    existe lugar para tudo,
    mas tem gente que insisteeeeee...
    acho falta de respeito você querer impor algo a alguém,
    somos livres e temos o direito de escolha,
    pronto,isso deveria ser primordial...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Oi, Camila! Fui ler sua entrevista. Muito legal! Quanto a religiosos, prefiro os que não insistem em me doutrinar. :) Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu to ficando chic bem kkkkkkkkk

      Bjão Carlinha!

      Excluir
  8. Olá Camilla! Esta é minha primeira visita em seu blogue e já me deparo de cara com este post tão polêmico.
    Em meu blogue eu escrevo sobre tudo, adianto que não sou ateu, tal como um de nossos parceiros em comum, o Rodrigo, já fui de várias religiões, apenas não tomei o mesmo rumo de ateísmo dele, o qual respeito e concordo que evangélicos são muito mais fanáticos do que os espíritas.
    E se você acha que shoppings não viraram outro Facebook, está muito enganada, veja isto:

    http://youtu.be/8IgDJgw6UN4

    É um absurdo esta invasão. Imagine a cena, você vai de boa com seus amigos tomar um chopp em uma praça de alimentação, aí entram estes loucos (realmente, eles não puderam se auto-denominar melhor) por Jesus e começam a pregar e dar seus "shows". Porque este pessoal grita tanto que parece que Deus é surdo!
    Foi devido a tanto estresse a respeito disto que escrevi este post e, acredite-me, ninguém lhe matará por isto, apenas futuramente alguns fanáticos lhe perseguirão covardemente em outros posts e outros assuntos que você abordar. Este é o único risco que está correndo ao se pronunciar desta forma.

    http://escritoslisergicos.blogspot.com/2011/09/estou-farto.html

    Pode perceber que não há nenhum comentário ofensivo neste post e se houvesse, eu teria feito questão de moderar! Contanto, após ele, veio bastante coisa que olha, só rindo. rs.
    Estou seguindo seu blogue, gostei de sua forma de escrever e se pronunciar (muito mais sutil que a minha).
    Boa sexta feira "irmã". ahah.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caraca, que vídeo é esse?! É bem esse tipo de fanatismo que não suporto!
      Vou passar no teu blog e visitar tá?!
      Valeu pela visita. Bjos!

      Excluir
  9. Oi. Gostei. Apareça por la. Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Só não concordo com uma coisa: não são todos os espíritas que falam mal dos evangélicos. Eu sou espírita, meus pais evangélicos... Respeito toda e qualquer religião, cada um escolhe onde se sente melhor. E não: rede social não é só pra fazer palhaçada e brincadeira. É tbm para ser profissional, para se relacionar com as pessoas. Não sou nem nunca fui fanática, mas o que vejo dos espíritas é justamente o contrário: se escondem e não falam de suas próprias religiões, daquilo em que acreditamos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá ANÔNIMO.

      (Interessante como esses posts trazem anônimos pro blog!)

      Bem, seja bem vindo (a), claro que cada um tem sua opinião e vc está no teu direito de discordar, fico feliz que tenham opiniões contraris as minhas até pelo fator de discussão que curto muito!

      Bem, tb discordo de você. Não acho que espiritas se escondem, acho que espiritas respeitam, não precisamos "arrebanhar" pessoas para a doutrina, cada um procura o que sente que irá te fazer bem, na hora que precisar.

      E sim, claro, não generalizei em momento algum quando disse que SOMENTE espiritas falavam de evangélicos, TODAS AS RELIGIÕES abrigam pessoas que falam mal dos outros!

      Tb sou espírita, amo a doutrina e respeito as outras religiões, mas gosto que respeitem meu espaço tb!

      Obrigada pela opinião!

      Excluir
  11. Poderia explicar qual simbolo representa qual religião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hummm, prometo que vou procurar e digo depois, porue tb nã oconheço todos! Bjão!

      Excluir
  12. Ursinhos carinhosos, hehe.

    É o que eu sempre digo: todas as religiões estão corretas e todas estão erradas.

    Não existe nenhuma soberana. O correto é conseguir adquirir os conhecimentos e a parte boa de cada religião e fazermos a nossa. Sou criado no catolicismo e sou apaixonado pela história da mesma. Porém, gosto muito do budismo, e o que melhor explica meus anseios e dúvidas é o espiritismo.

    Faço uma salada de fruta e sigo minha espiritualidade. Acreditando em santos, na meditação e reencarnação.

    O problema é que o fanatismo é irmão gêmeo da ignorância. Assim em todas áreas na vida. Futebol, religião, política, etc.

    Adoro conversar, discutir sobre esses assuntos, pois sempre aprendemos algo, mas temos que estar aberto para o conhecimento. O mal é quando querem nos impor opiniões, e achar que há uma verdade absoluta.

    Somos fetos ainda na evolução. Temos que crescer e evoluir MUITO ainda para compreender todo complexo universal.

    Por isso temos que dar um desconto para os seres humanos. Somos tão egocentristas que ainda duvidamos de outra vida inteligente no universo que é infinito.

    Beijão...

    ----
    Site Oficial: JimCarbonera.com
    Rascunhos: PalavraVadia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. O importante é sempre um respeitar o espaço alheio.
    Nenhuma religião é mais certa que outra.
    Todas buscam Deus e é isso que importa.
    ^^
    beijos querida ***

    ResponderExcluir
  14. Olá Camilinha

    Adorei o post. Parece que as pessoas querem mostrar mais moral do que realmente tem. Também acho ridículo esta demonstração pública de bondade e amor. Será que elas são realmente assim????
    Amanhã teremos uma postagem super especial.

    BJ000000000.................
    www.amigadamoda1.com

    ResponderExcluir
  15. Olá Camila, tubo beleza?
    Eu sou evangélico mas acho igual a você tem lugar e jeito pra tudo né?
    Gostei da turminha do arco íris, hahahahahhahahahahahaha.

    Bom final de semana aí!

    ResponderExcluir
  16. Ai Camilinha, quer ver alguém ser apedrejada? Então prepare-se, pois eu vou dizer as palavrinhas: eu não tenho religião... rsrsrs.. sério, não tenho mesmo, por escolha pessoal. Mas não é por isso que fico irritada com as "investidas" dos religiosos no facebook(minha segunda casa! hahahah... sou viciada mesmo! Até entrei pra igueja nossa senhora do OffLine.. kkkk ... brincadeirinha), é pelo simples fato que essas atualizações são sempre com um ar de "olha como eu sou superior e vocês que não seguem são uns pobres coitados que irão queimar no mármore do inferno"(já falei que sou super dramática? rsrsrs). Então, voltando ao assunto, isso muito me irritava, foi então que eu simplesmente passei a ignorar. Sabe o que faço? Cancelo a assinatura, para não receber as atualizações. Foi o único jeito mais eficiente que vi de não ficar vendo aquele tanto de pregações em minha timeline do RostoLivro.

    Bjks ;)

    ResponderExcluir
  17. Concordo totalmente com sua opinião! Sempre digo que a culpa nunca é da religião, os evangélicos tem a a pior fama nesse sentido, mas quando a pessoa dá pra ser chata e fanática, em qualquer religião que ela esteja é um pé no saco!

    Eu sou espírita kardecista e raramente falo disso, nas redes sociais acho que dificilmente coloco alguma coisa, nem me lembro quando foi a última vez, porque acho que a religião serve pra mim, quem quiser que busque a sua, ou não busque nada... rsrs

    Beijocas

    ResponderExcluir
  18. Muito bom teu post, Camila. Concordo ipsis liters,mas você pode acrescentar aqui que o fanatismo anda solta em outras áreas tbém como sobre animais, sobre escolhas de vida, maneiras de pensar e bla´bláblá
    até já escrevi sobre esta vestimenta chamada fanatismo, onde as pessoas se agarram a certas "causas" para suprir a sua fome existencial.Isto é embuste e tá na hora das pessoas deixarem de usar muletas.
    Gostei daqui
    bjos meus

    ResponderExcluir
  19. Oi Camila,

    verdade, quase imposições, não é mesmo?

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  20. Tenho certa aversão às religiões, confesso. Meio que fazem de Deus um produto e vivem fazendo propaganda querendo pra si o título de melhor marketing. Essa história de que a minha verdade é a absoluta, eu não compro.
    Mas,sou apenas uma pobre ignorante sobre os assuntos do espírito enfim. Quem sabe um dia eu me encontre em alguma delas, né?

    Beleza de postagem, garota.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  21. Acho q todos nós temos q respeitar uns aos outros. Ngm é igual a ngm.
    Ha faz uma visita lá no meu blog,tem um SUPER SORTEIO rolando lá: http://www.vanessamonique.blogspot.com/2012/02/sorteio-de-aniversario-peeling-de.html

    :*
    @vanimonique

    ResponderExcluir
  22. Já o meu face, Cami, parece um livro de auto-ajuda x um livro de exorcismo de religiosos!
    Afff!
    Uma briguinha besta entre os religiosos e os ateus... Um saco! Logo logo vou começar a excluir geral...
    Bjs amada!

    ResponderExcluir
  23. Olá, vida complicada, também não tenho medo de falar com Deus, o problema é que ouço muito mal e nisso talvez sejamos iguais, eu e Ele, porque tem um pessoal que grita prá caramba. Um dia quem sabe, poderemos falar nós dois e até lá vou estudar bastante literatura e vou escrever em aramaico ou coisa do gênero. Pensando melhor, ele que fale e vou fazer de conta que estou ouvindo, entende? Fingindo. Se fosse espírita, daqueles que creem piamente em obsessores, temeria esse blog, hum, são eles os irmãozinhos... etc. Como sou católico-crente-ateu e brasileiro acredito em tudo isso e em nada disso. Acredito até em político às vezes e me bandeando ao budismo, temos de estar de bem - aí vem os chineses - acredito na bondade do mundo e das pessoas que me ajudam sem saber ou intencionar, como essa canja de me manifestar sobre religião num e-mail estranho, eu ex-seminarista, filósofo e teólogo profano. Viva Jesus!

    ResponderExcluir
  24. Cami, vou te matar não, sou católica, adoro o espiritismo, mas respeito todas as religiões, mas realmente é muito chato, o pior é que às vezes funciona, então o povo exagera, eu às vezes me sinto até constrangida, é difícil, bjs, Va.

    ResponderExcluir
  25. Bom dia, Camila.
    Excelentes tuas colocações, como sempre diz o Faustão "ouvido não é penico", pra você ter de ficar ouvindo bobagem gratuitamente.
    Assim como nossa amiga Joicy Doida, não sigo religião alguma, apenas trato as demais pessoas como eu gostaria de ser tratado.
    Funciona otimamente.
    E NINGUÉM tem o direito de tentar impor suas crenças a outra pessoa, isso é imoral e errado.
    Basta respeitar para ser respeitado.
    Simples assim.
    Abraço, Camila.

    ResponderExcluir
  26. Nossa... Adorei...
    Confesso que já fui da turminha dos Ursinhos Carinhosos até que percebi que estava sendo chata... Mudei. rs

    ResponderExcluir
  27. Parabéns pelo comentario Camila.
    Simples e direto ...sim compartilho da mesma idéia .
    Elaine

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...