O fio da vida

Como é difícil ver alguém que amamos debilitado em uma cama de hospital.  Eu sei que a idade avançada trás problemas de saúde,  mas ninguém está preparado para passar por isso.


Estou falando de quem esta fora, olhando para o problema, mesmo que este esteja envolvendo alguem muito amado, mesmo assim estamos fora. Agora me pergunto,  e que vive isso? O que é ter 92 anos de idade e se ver doente em um hospital?


O que conta nessa hora? Ideologias, crenças, o passado? O que é mais importante o que fizemos aos outros ou o que nao fizemos? 


Fico pensando o que sente uma pessoa que nao acredita em Deus em uma hora dessas! Ou quem sabe uma pessoa que nunca nem parou para pensar nisso, existem as que nao sabem se acreditam em algo ou nao!


Como se sente um idoso sabendo que esta no fim do caminho, como ele olha pra vida? Como eu irei olhar para minha vida?


Alguem deseja de verdade morrer? Mesmo acreditando em minha religião e tendo certeza do que vai me acontecer, ja achem aqui dentro de mim a maldita duvida: E SE...


E se for tudo diferente?
E se eu estiver errada?
E se meu vizinho ateu estiver certo?
E se minha fé ainda for pequena demais.
Quem se arriscaria de verdade nessa viagem sem certezas e sem volta?
Vai doer? Eu nao quero ir...


Nao tenho medo de morrer...
Tenho medo de descobrir que estou errada!

E você? O que pensa dessa inevitável passagem?

10 comentários

  1. oi Camis,

    sabemos que é o curso natural,
    mas isso não torna mais fácil ou menos doloroso,
    sou muito visceral,
    tenho toda a emoção e os sentimentos muito aflorados e expostos,
    e esses momentos me são muito difíceis,
    tenho fé e muita,
    mas a dor me dói...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Camila, seu questionamento é correto.Não nos enganemos,todos temos medo de ficarmos sozinhos na velhice, sei de casos terríveis,inclusive por causa de questões de grana etc.Eu me foco ,me preocupo um pouco com a exata palavra passagem,este intervalo de milésimos de segundos que conclui o fim.A fé o que me basta.
    beijos!!!!

    ResponderExcluir
  3. A minha morte não me preocupa, Camila. Temo somente o sofrimento que possa antecedê-la. Difícil mesmo é lidar com a morte das pessoas que amamos. Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi Camila,
    Faço parte do time que não sabe se acredita ou não. Eu quero acreditar, mas nem sempre me parece lógico.
    Qdo estava doente, eu sentia uma invejinha de quem tinha fé, de quem se apegava em religião. Eu rezava, e até rezo, mas queria ter uma fé forte e verdadeira.
    Qto a morte, acho que estou com Miguel de Unamuno, eu não quero nem querer morrer.
    xoxo

    Gosto disto!

    ResponderExcluir
  5. Às vezes olho pras pessoas do meu convívio e me faço essa pergunta, como eles se sentem sabendo que estão mais próximos da partida do que nós? Isso é apenas uma conjectura, porque na real ninguém sabe quando vai, quem irá primeiro... Minha fé é estranha, não sei na verdade no que acredito e isso me assusta um pouco.Não, me assusta muito...

    Abordagem bem bacana de um assunto tão controverso.
    Beijo, Camila.

    ResponderExcluir
  6. Também não tenho medo! Tenho dó de quem fica!!!!

    ResponderExcluir
  7. Oi Camila!
    Sabe uma coisa que percebi é que não importa se a pessoa acredita ou não em algo, se a pessoa está preparada ou não para a morte..quando essa hora chegar, ela vai dizer que não quer morrer.
    É que ás vezes eu fico muito empolgada de ver bons cosplays, a dedicação da galera rs.
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Bom dia Camila! Acredita que nem penso nisso? Vou deixar acontecer, mas fico triste com o sofrimento de quem tem medo da morte. É o caso do meu pai, com 91 anos e há três anos acamado, ele tem pavor de imaginar que está morrendo apesar da vida difícil que tem levado. E o que falar numa situação dessa? Tão complicado não é mesmo?

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Já falei muito sobre isso na blogosfera. "A vida é a luta pela existência, com a certeza de uma derrota final"(Schopenhauer).

    http://vaziosemfimblogspotcom.blogspot.com.br/search/label/Born%20to%20Die

    ResponderExcluir
  10. É triste essa situação e só espero ver meus queridos não sofrerem...Ficar aqui apenas por ficar, nada adianta, sofrendo.. Mas isso, quando o quadro é irreversível.Senão, lutar e lutar!! beijos,chica

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...