A caixa de insetos

A faculdade trouxe para mim histórias fantásticas e uma delas foi por causa da famosa caixa entomológica que somos obrigados a fazer! 

Caixa entomológica = Caixa de madeira com vidro em cima onde colocamos em fileiras insetos espetados em alfinetas (de uma maneira toda correta) e com seus nomes científicos e família especificada em uma etiqueta embaixo, assim:


Logo que comecei a trabalhar no laboratório, percebi que minha paixão era de fato pelas temidas serpentes e também descobri que meu colega de estágio nutria dentro dele um medo enorme desses bixinhos, então instintivamente nos dividíamos nas tarefas diárias.


Eu cuidava do serpentário enquanto ele dava comida às tartarugas! hahahaha Simples assim!

Mas entre uma folha de alface e outra tínhamos a tarefa de catalogar todos os insetos das caixas entomológica do laboratório, portanto livros e mais livros foram trazidos a nós dois para que estudássemos e classificássemos.

Havia ali caixas de mais de quatro anos do curso de biologia que deveríamos juntar em uma só bem grande que ficaria em exposição. Eu que não sou boba (pelo menos eu pensava isso) joguei a tarefa para o meu amigo ou e segui em frente com minhas serpentes enquanto ele virava um ninja dos insetos, aprendendo cada nome científico e fazendo o trabalho por nós dois.


Eu não estava nem aí pra essa tarefa, queria saber somente da especialidade que eu havia escolhido. Acontece que um dia ele resolveu que se mudaria de cidade e para isso largaria a faculdade e junto a classificação dos insetos malditos.

E fiquei eu lá, com os insetos metade classificados e a outra metade sorrindo para mim e ainda tinha que cuidas das tartarugas! Como eu iria dizer para meu orientador que nunca havia lido nenhum daqueles livros entomológicos? Ele me mataria com certeza!

Depois desse apuro percebi que não adianta ser boa demais em um assunto e não ter pelo menos o mínimo de conhecimento em outro, eu nunca seria uma profissional completa, então o que eu fiz?

Levei todos os livros pra casa e estudei muito, classifiquei cada inseto quebradiço daquelas caixas e virei uma ninja entomológica. Hoje conheço cada um deles e vou te dizer, até que eu gosto de taxidermizar!


Excelente final de semana!!!!



18 comentários

  1. oi Camis,

    admiro demais você,
    pois eu não suporto insetos,
    nenhum deles, de nenhum tipo,
    tenho horror,
    parece que estou diante de monstros,
    talvez um caso crítico de terapia...

    beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb tinha isso Rô, até ser obrigada a trabalhar com eles! Acostumei e me apaixonei de quebra! hehehehe

      Excluir
  2. Muito lehal e tua conclusão foi brilhante.Verdade mesmo,não podemos ficar apenas numa coisa! beijos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre bom tirar uma lição das coisas que nos acontece né?! kkkk

      Excluir
  3. Passei pelo mesmo, dizendo que eu estava correta ao nem prestar a atenção em uma determinada aula, porque aquela parta não me interessava.
    Cai justamente em um estágio voltado para aquela área. Aprendi na marra.
    Sem atalhos nesta vida.....

    ResponderExcluir
  4. Oi, Camila! Taxidermizar quer dizer empalhar bichos, não é? Nossa, você é a primeira "empalhatriz" que eu conheço! :) Cobras devem ser fáceis de empalhar usando uma técnica parecida com a de fazer salsichas, mas insetos acho que não dá. Ou dá? Já pensou como seria rechear um opilião? Ele só tem pernas! E a pergunta final: opiliões são ou não são aranhas? Beijos! Eu volto pra ler a resposta, viu? Fui!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha oi Carla! O opilião não é uma aranha, mas é da classe dos araquinideos mesmo. É um artrópode e tem 8 patas e tal!
      "EMPALHAR" É mais fácil do que vc imagina. Usamos só formol em insetos. Aplicamos com uma seringa na cloaca!

      Na verdade cobras são mais complicadas porque tem que dissecar ela completamente sem estragar o couro e preenchê - la com palha ou o que foro material apropriado! Esse processo é chato de fazer e trabalhoso!

      Mas insetos eu adoro! O mais legal é deixar ba posição certa com os alfinetes! Adoro!

      Excluir
    2. Haja mira pra acertar a cloaca de um opilião. rsrsrs Obrigada pela resposta!

      Excluir
  5. Olá Camila
    Viajei agora, pois quando adolescente já tive uma caixa dessas de borboletas. Caixa de madeira com um isopor no fundo, onde as colocava espetadas por alfinetes rsrsrs
    Bjux

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro relembrar esse minha época! Foi boa demais!

      Excluir
  6. "taxidernizar"...

    Está aí um verbo para quem gosta de descobrir e classificar a essência de tudo.

    Um final de semana maravilhoso para você, Camila!

    ResponderExcluir
  7. Que seu final de semana seja maravilhoso.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  8. Hehehehehehehehe ainda bem que existem esses biólogos malucos... Eu tô fora de insetos!!!!

    ResponderExcluir
  9. Oi Camila,
    Ainda bem que nunca tentei uma carreira nas humanas, pois não gosto nem de insetos e nem de cobras, mas ficaria de coração partido de ter que espetar um inseto vivo!
    Tenha um ótimo final de semana!
    Bjs

    GOSTO DISTO!

    ResponderExcluir
  10. Olha que eu queria saber classificar insetos, porque morro de medo de todos eles e aqui em casa aparece cada um estranhíssimo que sempre acho que vai me morder... rs. Talvez conhecendo mais esse medo diminuísse.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  11. As pessoas mais bonitas que conhecemos são aquelas que conheceram a derrota,
    o sofrimento, a luta, a perda;
    e de ter encontrado seu caminho em direção à luz,
    longe das coisas ruins. Essas pessoas têm uma paz,
    uma sensibilidade e uma compreensão da vida que nos enche de compaixão,
    gentileza e um profundo cuidado amoroso.
    Pessoas bonitas não acontecem apenas,
    de repente. Elas se constroem dia após dia.
    Não me deixe parar nunca, e que sua esperanças se renovem a cada amanhecer.
    Um ferido abençoado e feliz .
    Li e levo no coração sua postagem
    na esperança de ter deixado você feliz com minha mensagem nesse
    feriado.
    Beijos no coração afagos na sua alma.
    Carinhosamente,Evanir.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...