A mente humana

Então estou parada na frente do computador com uma folha em branco do WORD pensando "O que vou escrever?".
Quem estipulou que devo publicar posts toda segunda, quarta e sexta de cada semana? Se você não percebeu, são estes os dias que publico um texto, geralmente!
Quem disse que eu tenho que respeitar esses prazos? Pra que existe esse blog se às vezes quero esquecer que ele existe?
Então me remeto ao começo de tudo, onde foi que senti a necessidade de escrever? É carência?

Não, a conclusão que chegue foi que eu fiz tudo isso e faço até hoje porque meu cérebro pediu que o fizesse! Porque eu passei por coisas que não gostaria de passar e meus pensamentos estavam focados estritamente nisso então meu cérebro (que deve ter vida própria - separada do meu corpo) me mandou a idéia: Porque você não desencana e arruma qualquer porcaria pra focar?
Foi o que eu fiz, eu nem sabia que gostava de escrever, não sabia nada sobre blogs e cá estou eu! Tapei os buracos deixados em minha vida por conta dos problemas (que já passaram há muito tempo) com textos, e contos e posts e novos amigos.
Hoje me obrigo a escrever por que sei que a recompensa é grande. É só começar na verdade, depois da primeira frase a "coisa flui tranquilamente". Então tomo como a obrigação mais gostosa do mundo essa de manter meu blog.
E preciso dizer que me surpreendo com o fato de que muitas vezes não tenho absolutamente nada a dizer e acabo, só por explicar isso a vocês, fazendo um post como esse que acabei de escrever!
O meu cérebro tem mesmo vontade própria! Eu juro!!!
Então hoje o conselho que vou deixar aqui, mesmo que você não tenha pedido é esse:

Se ocupe com coisas legais, coisas do tipo que se você precisar se obrigar a fazê-las um dia não será grande sacrifício. A qualidade de vida aumenta quando fazemos coisas que gostamos de verdade! Suportamos mais facilmente as "chatices" do dia a dia!

12 comentários

  1. Fico feliz pela Srta continuar, e como fico triste quando vejo alguém abandonando o blog abraços

    ResponderExcluir
  2. Oi Camila,
    Aprendi isto na facul de Comunicação Visual, onde, mais hora, menos hora, vc acaba tendo um decréscimo de criatividade e falha! Então pense:
    "O passarinho é feliz porque canta ou canta porque é feliz?" Comece a cantar e a felicidade virá.
    Isto vale para a a criatividade, comece a criar e tudo fluirá. Comece a escrever e o que precisa ser dito, virá!
    Seu post disse tudo, vc está aqui e isto basta para as coisas começarem a acontecer.
    Tenha uma ótima semana!
    xoxo

    Gosto disto!

    ResponderExcluir
  3. Queria ter escrito isso,sinto tão igual Camila...
    beijão

    ResponderExcluir
  4. Poxa, amei esse texto, Camila. Mas penso que é esse sentimento que invade todos aqueles que gostam de escrever. É uma necessidade inexplicável que não respeita regras nem vontades. E essa coisa do cérebro ser separado do corpo é bem a minha cara tb, rsrsrs! Acho que ele tem vontade própria e sempre quer coisas que eu nem imaginava querer. Mas ainda assim, penso que um pouco de disciplina e organização não faz mal a ninguém, desde que vc ñ fique escrava disso. Se isso está começando a te incomodar, mude. Talvez a mudança traga uma nova luz e uma motivação diferente. Só naõ pare de postar, gosto muito dos seus textos. =)
    Bjos!

    ResponderExcluir
  5. Oi, camila! Pra mim também o mais difícil é começar. Depois do primeiro parágrafo, o texto corre sozinho. Beijos!

    ResponderExcluir

  6. Oi Camila,

    Sábio conselho.
    Escrever é uma grande terapia. Dispensa os profissionais do ramo (rsrs). E é bem gratificante para aqueles que possuem a arte da escrita. Vá em frente, pois nunca lhe faltará palavras e argumentos.
    Adorei a imagem do cérebro com bagagem.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Olá Camila,
    Sabe, sua postagem foi interessante pois acredito que os blogs funcionam como uma espécie de terapia para o blogueiro e seus leitores. Aqui formamos um mundo de opiniões próprias e muito mais confiáveis das que temos contato nos grandes veículos de comunicação!

    Eu gosto de tudo organizado no meu espaço e também tinha dias certos para cada "programa" do meu blog. No entanto logo percebi que ficamos muito amarrados com essa proposta e damos um tiro no pé naquilo que é mais precioso do blogueiro, ou seja, postar quando surge aquela ideia, aquela vontade, entende? Algo imprevisível e surpreendente!

    Bem legal!

    Abraços, Flávio.
    --> Blog Telinha Critica <--

    ResponderExcluir
  8. Camila, hoje em dia tudo é mais fácil, houve um tempo em que os escritores batiam com a caneta no papel em branco em busca de inspiração. Agora quando as ideias fogem, damos um pulo no facebook para distrair ou no msn para bater um papo e logo alguma história surge e flui facilmente. Isso de manter dias certos para postar exercita a disciplina, muito bom!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Eu antes me preocupava mais com isso, de ter que postar, mas agora deixou rolar, e quando fica a rolar por muito tempo sem nada aparecer, aí invento, converso "mó" besteirol e posto. Pronto, fez-se a bagaceira.

    Beijo, menina sistemática. Hahaha...

    ResponderExcluir
  10. oi Camis,

    adoro seu jeito de escrever,
    e sabe que comigo acontece igual,tem dias que mal tenho tempo de pensar,quanto mais sentar e escrever algo interessante para postar,
    teve um período que eu tinha mais de 100 postagens prontas,
    imagens com molduras e tudo,
    hoje me pergunta,
    tenho 4,
    e olha lá...
    sem nenhuma reserva,
    isso prova que cada dia mais corro e corro e recorro ao que tenho pronto...

    ah, não sou sexy,não...rsrs

    beijinhos

    ResponderExcluir
  11. É isso aí. A gente tem q fazer o q a gnt gosta! O q a gnt gosta nunca é obrigação, é hobby! Por isso que eu tenho um blog! hehehehehe

    bjss

    ResponderExcluir
  12. Pois é, Camila, houve um tempo em que minhas postagens eram duas vezes na semana, depois passou a semanal e agora é quando dá certo...rsrs Adoro escrever e escrevo muita bobagem, mas na hora de publicar eu tento manter algum foco em determinado assunto e às vezes ele "me escapa" e vou pelos devaneios.

    Mas o bom é estar sempre criando, escrevendo, estimulando a criatividade. :)

    bj

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...